Manutenção nas vias do Distrito Federal pode reduzir os danos das enchentes

Após o temporal que alagou ruas e comércios na região central de Brasília, é possível ver os estragos causados pela inundação. Bueiros entupidos e vias tomadas por terra, lixo e entulho.

A situação é pior nas bocas de lobo. De acordo com o professor de engenharia civil Antônio Alberto Nepomuceno, “o acúmulo de água da chuva nos túneis leva à degradação do concreto e das estruturas metálicas que dão suporte aos viadutos.”

“É um tipo de obra em que, normalmente, o pessoal não tem feito manutenção. Essa ideia de que o concreto é eterno não existe. Ele tem que ter sempre uma manutenção. A estrutura não foi abalada pelas chuvas, mas a construção dá sinais de descaso que podem se tornar preocupantes no futuro.” – explica o professor.

Com as chuvas, a água atingiu 1,80 m de altura na passagem de pedestres subterrânea da 210 Norte. A inundação “descolou” azulejos da parede, que começaram a se soltar. Assim como nas tesourinhas, o sistema de drenagem também está entupido.

As vias e viadutos precisam de uma inspeção periódica, para se fazer a avaliação e as intervenções necessárias. Só assim para reduzir os danos das enchentes.

Fonte: G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *