A importância da impermeabilização do cimento nas construções

A fim de manter a integridade e a estética da obra, a impermeabilização do cimento cria uma barreira contra a umidade nas paredes e pisos. Por ser o método mais eficiente para evitar possíveis infiltrações que deterioram a construção, é recomendável que esse processo seja incluído ainda dentro do projeto da obra.

Geralmente, estas barreiras de umidade são feitas com o epóxi ou misturas de látex, que são aplicadas como um selante de vedação. Antes de iniciar o processo de impermeabilização , devem ser tomadas algumas medidas para preparar as superfícies que receberão a proteção. Veja:

  • As paredes e pisos devem ser nivelados.
  • Fissuras e rachaduras devem ser reparadas para impedir a umidade ou vazamentos através do concreto.
  • Após preencher as rachaduras e as fissuras do cimento, o concreto danificado pode necessitar de pinturas antes que seja aplicado o produto impermeabilizante.
  • Caso a superfície tenha sido pintada no passado, esta tinta pode precisar ser removida para que o selante de água consiga aderir ao concreto com maior facilidade. Com uso de pulverizadores, dispositivos de jateamento, escovas de aço é possível remover a pintura antiga.
  • Caso haja um vazamento constante através da seção danificada, uma tubulação deverá ser colocada no orifício com argamassa ao redor dele. Se houver um fluxo constante de vazamentos de água pela tubulação, um sistema de drenagem pode ser instalado para drenar a água.

Após todos os reparos serem concluídos, a superfície que será impermeabilizada deverá ser pulverizada com uma fina camada de água antes da aplicação do selante. No caso dos pisos, o selante deve ser aplicado sem que haja água parada ou algum tipo de sujeira, o que prejudica o resultado final estético do processo de impermeabilização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *